A Cidade

  • Publicado em: 13/08/2014 às 10:26   |   Imprimir

Santo Antônio das Missões, município este que faz parte do território das missões, desmembrado da redução de São Borja, fundada em 1682 no 2° Ciclo Missioneiro. O município tem um território de 1.685 km² e é considerado o maior município em extensão territorial da Região das Missões.
Santo Antônio das Missões guarda em seu território uma magia histórica, desde os primitivos guaranis, o domínio jesuíta, espanhol, português, o gaúcho, invasões estrangeiras, revoluções, a República Rio-grandense, portanto nossa terra foi testemunha e cenário de infindos acontecimentos históricos. Ainda hoje, além de vestígios históricos a cultura do gaúcho, os costumes, as estâncias, criações de gado, fazem parte de nosso cotidiano.
 “Terreno um pouco desigual, mas sempre dotado de pastagens e bosques... Consideráveis são suas construções; a capela, principalmente é muito grande. Há aqui índios e brancos, dos que atravessaram ultimamente o Uruguai. À noite, põem-se a dançar com as índias, enquanto um deles, toca o violão e canta, segundo o costume...”. Auguste de Saint Hilaire, biólogo Francês em viagem ao Rio Grande do Sul em 1821, passando pelo território que hoje pertence ao município de Santo Antônio das Missões, relatou a “Estância do Itaroquém”.
Conhecida antes como Vila Treze de Janeiro, 4° Distrito de São Borja, teve este nome em homenagem à “Moção Plebiscitária de São Borja”, sua terra mãe, teve sua emancipação político e administrativa em 12 de outubro de 1965. O nome Santo Antônio das Missões teve origem, pelo fato de que onde está situada a sede do município havia sido uma sesmaria denominada “Santo Antônio” pertencente aos jesuítas, “Missões” foi acrescento, devido o município se localizar na Região Missioneira.
O artesanato em lã e couro destaca-se em nossa terra, ambos são vendidos por todo o Brasil. O slogan do município é “Celeiro da Hospitalidade”, devido a comunidade Santo-Antoniense ser muito hospitaleira. Compõem os pontos turísticos da cidade: Museu Monsenhor Wolski, o qual possui o 2° maior acervo de miniaturas em arte barroca jesuítica de todo o país, Praça da Matriz Antônio Vicente do Nascimento, Santuário de Santo Antônio, Monumento de Santo Antônio no trevo de acesso a cidade, Prédio da Prefeitura Municipal, as Cercas de Pedras, Figueira e o Parque de Exposições Lindolfo Jacques. Destacam-se também as Cercas de Pedras, e a Estância do Itaroquém cenários de acontecimentos históricos e relevantes na história do município de Santo Antônio das Missões.
Venha conhecer nossa cultura missioneira, Santo Antônio das Missões te espera.
 
Dados Gerais
 
A População Total do Município era de 11.210 de habitantes, de acordo com o Censo Demográfico do IBGE, ano 2010. Sua Área é de 1.714,24 km² representando 0.6375% do Estado, 0.3042% da Região e 0.0202% de todo o território brasileiro. Seu IDH é de 0.764 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000).
Ano de Instalação: 1965 
Microrregião: Santo Ângelo 
Mesorregião: Noroeste Rio-Grandense 
Altitude da Sede: 213 m 
Distância à Capital: 513Km
Associação:AMM
Endereço da Prefeitura:Av Prefeito José Nunes de Abreu, 6000
Telefones:(55) 3367-1450 e 3367-1455
 
Fonte: Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD
Localização
Segue a Rota Missões, pela BR 285 de São Luiz Gonzaga em direção a São Borja chega ao trevo onde tem a imagem de Santo Antônio.
Hospedagem
Hotel Missões – Av. Florduarte José Marques, 6509;
Pousada do Mikika – Rua Irineu Ribeiro de Morais, 6273, fone: (55) 3367- 1190;
Port Hotel – Rua Ricardo Santiago de Godoy, fone: (55) 3367- 1595.